Blog Itubombas
Bem-vindo ao nosso blog

Acompanhe tudo sobre
bombeamento

Neste canal publicamos artigos sobre conceitos, tipos de equipamentos, aplicações, etc., para ajudá-lo em sua busca por informações sobre bombas.

image.png

Conheça o funcionamento e os tipos de bombas centrífugas

  • 25/10/2020

Caracterizada como uma máquina hidráulica, que tem como principal função a transferência de fluídos de um ponto a outro, as bombas são equipamentos amplamente encontradas em diversas áreas, como na indústria, na área pública e em aplicações domésticas. Vale destacar que existem inúmeros tipos de bombas de campo, que são recomendadas de acordo com fatores como o tipo de aplicação. No entanto, no artigo de hoje nós iremos tratar mais especificamente sobre as bombas centrífugas. 

Como elas funcionam?

Muito utilizadas em segmentos como mineração, construção civil e saneamento, as bombas centrífugas são consideradas turbomáquinas por utilizarem a energia centrífuga para trabalhar. De forma geral, esses equipamentos recebem energia potencial de uma fonte motora e transformam parte dela em energia de pressão (força) e energia cinética (movimento). Essas duas energias, por sua vez, são enviadas ao fluído bombeado dentro de um sistema, permitindo a movimentação do líquido. É este processo que permite a transferência de fluidos em tubulações em várias etapas de processamento ou para transferi-los de um reservatório para o transporte, por exemplo.

Para expressar esse funcionamento, as bombas centrífugas são formadas por três partes fundamentais:

·  Corpo: é o nome dado à carcaça que envolve o rotor, acondiciona o fluído e direciona o mesmo para a tubulação de recalque.

·  Eixo de acionamento: transmite a força motriz ao qual está acoplado o rotor, proporcionando o movimento rotativo dele.

É importante lembrar que para o pleno funcionamento do equipamento, é fundamental que a carcaça da bomba e a tubulação de sucção estejam totalmente preenchidas com o fluído a ser bombeado.

Tipos de bombas centrífugas

Agora que já explicamos como as bombas centrífugas funcionam, chegou a hora de você conhecer os principais tipos encontrados dentro desta categoria. São eles:

·  Radiais: quando a direção do fluído bombeado é perpendicular ao eixo de rotação;

·  Fluxo misto ou semiaxial: quando a direção do fluído bombeado é inclinada em relação ao eixo de rotação;

·  Fluxo axial: quando a direção do fluído bombeado é paralela em relação ao eixo de rotação.

Além dos tópicos listados acima, também é possível encontrar outras particularidades dentro do universo das bombas centrífugas. Por exemplo: elas podem ser autoescorvantes (quando projetadas para realizar a sucção do líquido sem a necessidade de escorva prévia do equipamento) ou então submersíveis (quando são capazes de operar em grandes profundidades, tanto com altas vazões e baixas pressões quanto com baixas vazões e altas pressões).

Com tantos tipos disponíveis no mercado, é preciso estar sempre atento aos modelos que se adequam melhor a sua necessidade. Antes de escolher uma bomba, avalie especificações como tempo de trabalho em que a bomba irá operar, quais fluidos serão bombeados, qual a quantidade do líquido a transportar, entre outros pontos.

A Itubombas, por exemplo, oferece grandes soluções em bombeamento para diversos setores e segmentos, disponibilizando motobombas a diesel e elétrica com escorva automática com vazões até 2000m³/h e pressões até 400 mca (40bar). Para conhecer as tecnologias da companhia, clique aqui.