Blog Itubombas
Bem-vindo ao nosso blog

Acompanhe tudo sobre
bombeamento

Neste canal publicamos artigos sobre conceitos, tipos de equipamentos, aplicações, etc., para ajudá-lo em sua busca por informações sobre bombas.

90-bomba-submersivel.png

Cinco dicas para operar motobombas com segurança

  • 02/04/2021

Quando falamos em segurança no trabalho, a atenção aos detalhes faz toda a diferença na prevenção de acidentes. Pensando nisso, o artigo de hoje traz algumas recomendações importantes sobre a operação de motobombas, máquina hidráulica que tem como principal função a transferência de fluídos de um ponto a outro.

Antes de começarmos, de fato, é preciso ter em mente uma premissa básica e fundamental: as atividades de instalação e operação deste tipo de equipamento devem ser feitas apenas por pessoal devidamente capacitado pelo fabricante e ciente das regulamentações de segurança no trabalho, o que inclui, por exemplo, a correta utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Dito isso, conheça outras cinco recomendações importantes para tornar a operação de motobombas mais segura:

1. Atente-se ao local de instalação

Os equipamentos movidos a diesel não produzem ar respirável e, por isso, devem ser instalados em local aberto para que não haja risco de inalação dos gases produzidos pela queima do combustível. Já no caso das bombas elétricas, deve ser realizado o aterramento adequado durante a instalação.

A proximidade com outros equipamentos e a existência de elementos que dificultem o acesso e/ou a visão são outros pontos que devem ser observados. Além disso, evite posicionar as mangueiras de descarga em locais onde empilhadeiras, equipamentos e veículos possam transitar, a fim de evitar o risco de acidentes.

2. Respeite as sinalizações

Durante a operação, siga as sinalizações de segurança (etiquetas) colocadas na motobomba. Se as etiquetas estiverem danificadas ou destruídas, informe imediatamente o fabricante do equipamento para substituição, de modo a garantir a segurança do operador.

3. Manutenção Preventiva

Você sabia que a condição do equipamento é determinante para a segurança da operação, como um todo? Neste sentido, é imprescindível contar com uma equipe que siga as boas práticas de manutenção de forma a garantir que as bombas operem nas condições ideais.

Observar todos os riscos e atuar de forma preventiva na hora da manutenção, realizando o bloqueio das chaves de partida e qualquer fonte de energia, bem como tendo cuidado com as partes quentes e móveis, são pontos de atenção neste momento.

Além disso, é aconselhável observartodos os aspectos de segurança antes de executar qualquer atividade, por meio da análise preliminar de risco (APR).

Vale reforçar, que as manutenções só devem ser realizadas por técnicos do próprio fabricante ou profissionais treinados, capacitados e autorizados pela marca.

4. Mantenha sua área de trabalho organizada

Pode parecer óbvio, mas é sempre válido lembrar que trabalhar em um local limpo e arrumado faz toda a diferença, afinal, a desorganização também pode aumentar o risco de acidentes. Ferramentas deixadas em qualquer lugar, por exemplo, podem causar escorregões e quedas. Já a sujeira ou poeira, podem ocasionar o mau funcionamento dos equipamentos.

5. Na dúvida, recorra ao Manual

Ler o Manual de Operação da fabricante sempre que surgir uma dúvida é a melhor forma de operar o equipamento com segurança. Nele, estarão contidos todos os passos necessários para a correta utilização da motobombas.

Para ter mais tranquilidade com relação à operação, muitas empresas optam pela locação ao invés da compra do equipamento. Nesta modalidade, algumas etapas deixam de ser uma preocupação para o contratante, uma vez que todo o suporte com relação à instalação, capacitação dos operadores e manutenção das motobombas é dado pelo fornecedor.

Para se aprofundar no assunto e conhecer outras vantagens da locação de bombas, clique aqui e leia o conteúdo que produzimos sobre o assunto.